Instruções de Matrícula

Instruções de Matrícula

É comum algum acadêmico descobrir, no meio do semestre, que seu nome não está na lista de chamada da disciplina ou disciplinas na quais solicitou matrícula, ou que está matriculado em uma disciplina que não está frequentando.  Isto acontece porque a solicitação de matrícula não garante a sua regularização.  No texto abaixo, você conferirá as etapas e procedimentos que o estudante da UFSC deve seguir para evitar surpresas desagradáveis.

Em primeiro lugar, conheça a legislação.  O regulamento dos cursos de graduação encontra-se na Resolução 017/CUn/97.  Você pode acessá-la no site da UFSC (http://ufsc.br/).  O currículo do seu curso encontra-se no site do Controle acadêmico de graduação – CAGR (www.cagr.ufsc.br/) ou do Departamento de Administração Escolar – DAE (www.dae.ufsc.br).  O projeto pedagógico do curso de Filosofia encontra-se no site do curso (www.filosofia.ufsc.br).

Tente se ater ao seu currículo, cursando as disciplinas indicadas para a sua fase.  Embora você disponha de até 14 semestres para integralizar o seu currículo,  as suas chances de obter uma vaga na disciplina que deseja dependem, principalmente, de você pleitear cursá-la na fase certa e no seu curso certo (noturno ou vespertino).  No artigo 42 do regulamento dos cursos de graduação estão listados os demais critérios de preferência para a concessão de pedido de matrícula, além do mencionado acima.

A matrícula na UFSC acontece em três etapas: matrícula, ajuste e reajuste em caráter excepcional.  As duas primeiras etapas podem ser feitas pela Internet.  A última só pode ser feita mediante solicitação em formulário impresso entregue à coordenadoria de curso.  É preciso preencher um formulário em papel à disposição na coordenadoria do curso, ou neste site,  que permite assinalar inclusões e exclusões de disciplinas.

O período para realização de matrícula pela internet estará divulgado através do Calendário Acadêmico. Instruções: uma vez conectado à internet, vá até o endereço www.cagr.ufsc.br. Tenha em mãos seu número de matrícula e senha.  Siga sempre o menu “aluno”. Confira se estão atualizados os seus dados cadastrais e o seu e-mail.  Se não, você não poderá prosseguir.  Esta é a forma principal de contato entre a universidade e o estudante, então tenha sempre um endereço e número de telefone funcionais.  Para acessar disciplinas do curso a que você pertence (328 – Filosofia Diurno  ou 329 – Filosofia Noturno), escolha a opção “currículo”. Aparecerão as disciplinas pertencentes ao seu curso (isto é, ao turno ao qual você é vinculado: diurno ou noturno).  Lembre-se que os turnos diurnos e noturno contam como dois cursos diferentes, apesar de o currículo ser o mesmo.  É uma particularidade do curso de graduação em Filosofia.  Para disciplinas não pertencentes ao seu curso (isto é, ao seu turno), busque a opção “curso”.  Se você fez vestibular para o curso diurno (328) e quiser cursar uma disciplina do curso turno noturno (329), e vice-versa, é esta a opção.  Para disciplinas oferecidas por outros departamentos, tenha em mãos o código da disciplina desejada e clique na opção “outros”.  Se necessário, procure o código da disciplina pelo nome do departamento.

Observe o resultado dos seus pedidos mediante o espelho de matrícula.  Caso você não esteja satisfeito, proceda à segunda etapa: Ajuste de Matrícula.  Siga as instruções acima. Observe novamente o resultado dos seus pedidos mediante o espelho de matrícula.  A terceira etapa é o reajuste em caráter excepcional. Ver as datas para as três etapas de matrícula em Calendário Acadêmica.  Como o nome diz, o reajuste em caráter excepcional é concedido em casos raros que o justifiquem, pois a matrícula é de responsabilidade do estudante e a coordenadoria só se responsabiliza por corrigir erros que ela mesma tenha cometido.

O espelho de matrícula está dividido em três itens: primeiro, estão registrados os planos de matrícula solicitados; no meio da folha, com o título “consistências de matrícula” estão registradas as disciplinas indeferidas, por razões que são enunciadas aí mesmo.  Por último, estão registradas as disciplinas que tiveram a matrícula deferida.  Contudo, as disciplinas arroladas como deferidas, na terceira seção do espelho de matrícula, ainda poderão ser indeferidas, depois de feita a análise de pré-requisitos.   A análise de pré-requisitos é feita no decorrer da primeira metade do semestre letivo pela coordenadoria de curso.  Às vezes há o esquecimento, por parte do estudante, que certas disciplina são pré-requisito de outras, inclusive disciplinas oferecidas por outros departamentos.  O conceito “I” não conta como aprovação, portanto não serve como pré-requisito.  A solicitação de quebra de pré-requisito deve ser feita ao colegiado de curso, acompanhada da devida justificativa. Portanto, se você solicitou matrícula em uma disciplina que pede um pré-requisito que você não cumpriu, e não conseguiu uma quebra de pré-requisito junto ao seu colegiado de curso, saiba que o deferimento no seu espelho é provisório e vai desaparecer do espelho de matrícula ao longo do semestre.

Se suas solicitações foram aceitas, é fundamental que você confira, no seu espelho de matrícula, se a turma e horário em que você foi aceito são os mesmos que você solicitou.  Os computadores da UFSC têm instruções para procurar turmas que se encaixem nos horários do plano deferido e incluir o estudante nelas, caso não seja possível incluí-lo na turma e horário solicitados.  A matrícula compulsória poderá ser concedida automaticamente em turmas diferentes das indicadas no plano, devido à falta de vaga nas turmas solicitadas.

A última etapa do processo é constatar, na sala de aula, se o seu nome está na lista está na lista de freqüência da disciplina em que acha que está matriculado. A consulta à lista de frequência definitiva, isto é, aquela emitida depois do reajuste em caráter excepcional, é uma forma adicional de verificação.  A secretaria da coordenadoria do curso deve ser procurada, em caso de dúvida.