O empirismo temperado de Popper

30/03/2017 09:21

Palestra: Prof. David Miller (Universidade de Warwick, UK). Distinguido professor de filosofia, foi assistente de pesquisa de Karl Popper por muitos anos. É um expoente do racionalismo critico (filosofia desenvolvida por Popper), tendo dado contribuições pessoais importantes a ela, como se vê no seu livro Critical Rationalism: a Restatement and Defense (1994). O Professor Miller fala um pouco de português, mas se expressa melhor em espanhol. Assim, fará a palestra basicamente nesta língua, mas com uso alternativo do português. Slides serão apresentados. Dia 04 – Abril – 2017. Horário: 18:30h. Local: Mini-auditório do CFH.

Karl Popper - UFSC

 

Filosofia e Ficção

17/03/2017 22:31

Atividade de extensão: Grupo de Estudos sobre Filosofia e Ficção. Leitura do livro “Ficção e Metafísica“, de  Amie Thomasson. Coordenação: Ítalo Lins Lemos.  Supervisão: Jaimir Conte. Discussão sobre o estatuto metafísico dos objetos ficcionais (como as condições de existência, dependência e identidade). Os encontros acontecerão todas as sextas, das 16h30 às 18h30, na sala do Núcleo de Epistemologia e Lógica (NEL). Participantes terão direito a certificado de participação após o encerramento das atividades do Grupo de estudos.  Cartaz

 

Filosofia & Ficção

Nota sobre a Medida Provisória MPV 746/2016

03/10/2016 09:25

Nós, professores do Departamento de Filosofia da Universidade Federal de Santa Catarina abaixo-assinados, dada a recente publicação da Medida Provisória para reforma do Ensino Médio e toda discussão associada a uma questão central de nossa sociedade, e sendo parte interessada e envolvida na questão, vimos por meio desta:

1. Reafirmar a importância da tradição filosófica, acumulada ao longo de quase três mil anos de exercício intelectual, sob diversas formas. A disciplina que hoje conhecemos por Filosofia tem tratado dos mais variados temas, da Lógica à Filosofa da Arte, da Metafísica à Teoria do Conhecimento, da Filosofia da Ciência à Ética, dentre inúmeras outras áreas. As discussões filosóficas têm desenvolvido e dado forma a muitas teses sobre o modo de encarar a Ciência, a Religião, a Arte, a Moral e a Política, enfim a própria ideia de Cultura. Privar uma sociedade do acesso a tais discussões é empobrecer a percepção da sociedade em relação à sua própria cultura.

2. Reafirmar a importância do ensino de Filosofia na Educação Básica, pelas razões expostas acima seja por conta das potencialidades pedagógicas da área, seja para o desenvolvimento de habilidade cognitivas específicas, associadas ao refinamento conceitual, ao zelo para com a boa argumentação, ao cuidado na coleta de evidências, etc. e a formação de cidadãos com capacidade de reflexão crítica e de agir segundo valores e princípios constitutivos de uma sociedade pluralista baseada na democracia e no estado de direito.

3. Reafirmar a importância da valorização da formação específica dos professores de Filosofia na Educação Básica, dadas as especificidades da área, bem como de outras disciplinas que dependam de cursos de Licenciatura consolidados e plenamente valorizados.

4. Reafirmar a necessidade de ampla discussão sobre o currículo e sobre a implementação de condições apropriadas para os processos de ensino e aprendizagem.

Por fim, destacamos que a Filosofia exerce historicamente papel integrador relativamente aos diversos conteúdos curriculares na Educação Básica e, por esse motivo, constitui-se em elemento necessário para evitar a fragmentação dos saberes no processo formativo.

Assinam:

1. Alberto Oscar Cupani
2. Alessandro Pinzani
3. Alexandre Meyer Luz
4. Aylton Barbieri Durão
5. Carolina de Souza Noto
6.Celso Reni Braida
7. Cezar Augusto Mortari
8. Claudia Pellegrini Drucker
9. Darlei Dall’Agnol
10. Décio Krause
11. Delamar José Volpato Dutra
12. Denilson Luís Werle
13. Gustavo Andrés Caponi
14. Ivan Ferreira da Cunha
15. Jaimir Conte
16. Janyne Sattler
17. João Eduardo Pinto Basto Lupi
18. Jonas Becker Arenhart
19. Leo Afonso Staudt
20. Luis Alberto Hebeche
21. Luiz Henrique de Araújo Dutra
22. Marco Antonio Franciotti
23. Marcos José Müller-Granzotto
24. Maria de Lourdes Alves Borges
25. Mariana Paolozzi Sérvulo da Cunha
26. Marina dos Santos
27. Milene Consenso Tonetto
28. Nazareno Eduardo de Almeida
29. Roberto Wu
30. Selvino José Assmann
31. Ulisses Razzante Vaccari

I Colóquio Emoções: intersecções em filosofia moral e política

22/08/2016 17:15

O Núcleo de Ética e Filosofia Política (Néfipo) e o programa de pós-graduação em Filosofia (PPGFil) da UFSC promovem, nos dias 25 e 26 de agosto, o “I Colóquio Emoções: intersecções em filosofia moral e política”. O evento é dedicado ao estudo das emoções e seu papel dentro dos debates atuais em filosofia moral e política. Local: Auditório do CFH – UFSC.

A programação completa está disponível Programação. Comunicações

Colóquio Emoções

Palestra: Paradoxos da Liberdade

02/08/2016 16:25

Paradoxos da Liberdade: sobre a crítica de Hegel ao individualismo romântico. Prof. Dr. Filipe Campello (UFPE). Data: 24 de Agosto de 2016. Local: Miniauditório do CFH. Horário: 18:00.

Filipe Capello

 

 

Oficina de Filosofia fenomenológica da música

19/03/2016 12:22

Oficina de Filosofia fenomenológica da música

Data: Sexta-feira, 1º de abril de 2016.

14h20 – 16h: “A noção de música popular em Heinrich Besseler”, por Nikola Mirkovic (Universidade de Friburgo, Alemanha)

16h30-18h: “A tradição de pensamento ocidental diante da música afro-brasileira”, por Claudia Drucker (UFSC)

Local: Sala 332 – CFH – Centro de Filosofia e ciências humanas, Universidade Federal de Santa Catarina

Oficina de Filosofia fenomenológica da músic